Como Fazer Perfume – Receitas Caseiras e Naturais

O perfume caseiro, pode falar muito sobre a personalidade de alguém. Seja ele doce, amadeirado ou cítrico, sempre transparece um pouco sobre quem o usa.

Um item que se tornou indispensável para nós, e se popularizou de tal maneira na qual é praticamente impossível você conhecer alguém que não use.

Entretanto, o mercado da beleza nos disponibiliza uma infinidade de combinações de óleos essenciais. Mas, você já pensou em fazer o seu próprio perfume caseiro? Que, além de ser de fato a sua marca, ele será ainda exclusivo?

Então não deixe de conferir o guia que preparamos para fazer o seu próprio perfume caseiro.

Confira também os perfumes naturais indicados pelo Escolha Natural.

 

O perfume

A história do perfume nos faz pensar do quanto o seu consumo é antigo. Tendo sua origem no Egito, por volta de 2.000 a.C.

Inicialmente, apenas pessoas “importantes”, como os faraós, utilizavam perfume.

Entretanto, desde lá, dezenas de combinações foram fabricadas e a popularização foi crescendo.

Assim, muito tempo passou desde sua criação e foi no século XIV, que a perfumaria atingiu o seu maior avanço, na França.

O país possui, atualmente, as marcas de perfumes mais importantes do mundo.

Da mesma forma, tornou-se o maior centro de desenvolvimento na área de perfumaria.

 

Razões para se evitar o perfume convencional

O grande problema dos perfumes vendidos de marcas convencionais são as fragrâncias. Infelizmente, não temos  regulamentações fortes, mais pesquisa e maior transparência com relação às “fragrâncias”. Dessa forma, as empresas não são obrigadas a divulgar  no rótulo dos produtos os ingredientes específicos que compõem uma”fragrância”. Essa falta de divulgação impede que os consumidores conheçam a lista completa de ingredientes em seus produtos.

Embora a maioria das substâncias químicas dos perfumes não seja divulgada, sabemos que algumas estão relacionadas a problemas graves de saúde, como câncer, toxicidade reprodutiva e de desenvolvimento, alergias e sensibilidades. 

A International Fragrance Association (IFRA) lista 3.059 ingredientes que são relatados como sendo usados ​​em compostos de fragrâncias. Desses 3.059 ingredientes, alguns possuem evidências científicas sobre efeitos adversos sobre nossa saúde, incluindo câncer, toxicidade reprodutiva, alergias e sensibilidades.

O movimento Safe Cosmetics lista uma série de artigos científicos e referências sobre os compostos e seus malefícios.

Como fazer perfume caseiro

Primeiramente, um alerta: existem vários sites por aí divulgando receitas de perfume caseiro. Atente-se: podem até ser caseiros, mas não são naturais se dentre seus ingredientes estiver “fragrância” ou “essência”. Para fornecer o aroma, utilize sempre um óleo essencial.

 

Se você está decidido a fazer o seu próprio perfume, então vamos por a mão na massa! Quando você descobrir como é simples fazer perfume, sempre irá querer fabricar o seu.

Engana-se quem pensa que o perfume caseiro possa ser difícil de fazer ou até mesmo muito caro. Pelo contrário, é fácil e pode sair muito mais barato do que os perfumes produzidos em grande escala pelas indústrias.

Para fazer o seu perfume, você vai precisar de:

  • 40 ml de álcool de cereais fixador
  • 40 ml de água destilada
  • 20 ml do óleo essencial escolhido
  • 1 frasco de vidro com borrifador
  • 1 garrafa grande de vidro escuro

 

Modo de preparo:

  • Observação: certifique-se de ter a quantidade exata dos ingredientes e que eles estejam corretos. Cada um possui uma função super importante, que, caso seja alterada, não trará o resultado que você espera.
  • A preparação é bem simples, basta você misturar todos os ingredientes dentro da garrafa de vidro escuro.
  • Em seguida, feche-a bem e a armazene na geladeira por uma semana.
  • Depois deste período, coe a mistura, com o auxílio de um coador de café, despejando-a dentro de seu frasco final.
  • Seu perfume estará pronto para ser consumido.

Dicas:

  • Você não precisa escolher uma única fragrância para o seu perfume caseiro. Entretanto, você poderá misturar várias, desde que a quantidade total não ultrapasse 20 ml.
  • Se você quiser reutilizar um frasco antigo para armazenar, deixe-o de molho com água e suco de limão. Troque esta mistura pelo menos quatro vezes num período de 12 horas.
  • Os dois frascos (tanto o que vai à geladeira, quanto o frasco final) precisam ser de vidro, pois o plástico pode alterar o aroma.

 

Como escolher o óleo essencial para o seu perfume caseiro

Agora que você já sabe como fabricar o seu próprio perfume caseiro, deve estar se perguntando: mas afinal, como posso escolher a essência ideal para mim?

A resposta para essa pergunta requer um rápido estudo pelos aromas. Você precisa compreender o que cada essência transparece, e o que ela pode falar sobre a sua personalidade.

E ainda, é necessário conhecer as 6 famílias classificatórias dos perfumes, e assim, escolher o seu.

 

As 6 famílias olfativas

As famílias olfativas são divididas em 6 grupos. Alguns, mais popularmente utilizados para perfumes masculinos, outro para femininos. Entretanto, você pode misturar óleos essenciais de ambas categorias (feminino e masculino), de acordo com a sua preferência e personalidade.

 

Para perfumes caseiros masculinos

Amadeirados: O aroma dos amadeirados recorre, como o próprio nome já diz, as melhores madeiras que produzirão seus aromas escaldantes e muito sedutores. Os perfumes amadeirados são super marcantes e “quentes”, ótimos para pessoas que querem transparecer certa força e autoconfiança. Se você gosta desta classificação, opte por óleos essenciais como de sândalo, cedro, pinheiro selvagem, patchouli e vetiver.

Chipre: Esta classificação olfativa caracteriza-se pela mistura de notas quentes e frias. Estabelece assim, a junção dos dois extremos da perfumaria. Exalando autoconfiança e poder de decisão, o Chipre é para aquelas pessoas que sabem bem o que querem. Experimente misturar aromas cítricos com os amadeirados, e você encontrará uma combinação incrível.

Cítricos: Esta categoria recorre a aromas mais leves, refrescantes e marcantes. Buscam expor o frescor de uma praia, a ardência do verão e a leveza das frutas. Os perfumes cítricos são feitos para pessoas extrovertidas e descontraídas. Se você gosta desta categoria, experimente utilizar óleos essenciais como de limão, tangerina e laranja.

 

Para perfumes  caseiros femininos

Florais: Esta classificação olfativa emana elegância, discrição e sensualidade. O seu aroma extraído a partir dos doces perfumes das flores, proporciona uma sensualidade sem igual. Ao mesmo tempo, são discretas e transparecem uma elegância de quem o exala. Se você curte este tipo de perfume, experimente acrescentar na sua receita óleos essenciais como de alisso doce, jasmim, lavanda, gardênia e rosa.

Fougère: Perfumes desta categoria têm como marca o frescor e a ousadia das ervas e plantas herbáceas. Presente na maioria das fragrâncias masculinas, o fougère exala um aroma mais limpo e puro, transparecendo algo mais “clean” e leve.  Se você gosta desta categoria aromática, acrescente óleos essenciais como de musgo de carvalho, menta, algas marinhas, canela e manjericão no seu perfume caseiro.

Orientais: As notas orientais são as mais intensas e exóticas de toda classificação olfativa. Emanando um aroma que traz sensações fortes, como de total luxo e elegância, ao mesmo tempo em que a sensualidade é intensa.

Os aromas orientais podem até parecer um pouco “pesados”, com relação às demais classificações. Assim, se este tipo de perfume lhe chama atenção, opte por óleos essenciais como flores opulentas, baunilha doce, pimenta, anis, entre outras.

 

O perfume caseiro como uma marca

Agora que você já aprendeu muito sobre perfume, é hora de preparar o seu exclusivo. Lembre-se que a escolha que você fizer irá falar muito sobre sua personalidade.

Além disso, sabemos que o perfume é visto como uma marca, afinal, os cheiros são memorizados de acordo com as situações que vivemos. Em outras palavras, toda vez que alguém sentir uma fragrância parecida com a que você costuma usar, sempre se lembrará de ti. Assim como você tem lembranças registradas através de aromas que se obteve contato.

Os cheiros da terra molhada, ou daquela flor na casa da avó, e ainda, do café, te trazem lembranças, não é mesmo?

 

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *