No Poo Low Poo: O Que é, Para Que Serve, Benefícios e Como Fazer

Já ouviu falar nos métodos No poo Low poo? Provavelmente sim, pois essas técnicas estão crescendo bastante em popularidade nos últimos tempos. E há motivos para isso!

Nesse post explicaremos tudo que é necessário para entender melhor o que é essa rotina capilar e os motivos pelos quais você deve ao menos testá-la!

Mas, antes de começarmos, uma breve explicação sobre o foco desse post: não vamos abordar os produtos e condicionadores comerciais que a indústria tradicional vem desenvolvendo para No poo / Low poo pois eles não são considerados naturais.

Existem vários sites, blogs e comunidades no Facebook que explicam  e ensinam quais desses produtos usar. Nós do Escolha Natural não recomendamos o uso desses produtos, pois não se enquadram no conceito de “natural”. Então vamos focar nos métodos e receitas realmente naturais dessas duas técnicas, ok?

Então vamos lá!

Resumidamente, No poo Low poo são técnicas que buscam a eliminação ou diminuição da utilização dos shampoos comuns que utilizam sulfatos. Nessas rotinas capilares também não são utilizados (ou ao menos são evitados) cosméticos que contenham silicones, derivados do petróleo, óleos minerais, parafinas, vaselina….

 

O que é No poo?


Na tradução literal, “No poo” significa nenhum shampoo. É um método de limpeza dos cabelos sem o uso do shampoo.

 

O que é Low poo?

Em Inglês, low significa pouco e poo é uma abreviação de shampoo: pouco shampoo. Na prática, maioria dos métodos considerados Low poo utilizam os shampoos sem sulfatos.

Para facilitar sua vida:

Existem diversos métodos que podem ser classificados como No poo ou como Low poo. Cada um tem diversas finalidades e pode ou não ser indicado para o seu tipo de cabelo. Entre eles estão o Co-wash, o Water Only, o Bicarbonato de Sódio + Vinagre, entre outros.

Vamos explicar cada um ao longo do post, mas por enquanto o que você tem que ter em mente é:

Tanto o  No poo quanto o Low Poo são técnicas de limpeza capilar que não utilizam shampoos com sulfatos.  

 

Uma vez que os sulfatos não são aceitos nessas técnicas, alguns outros componentes insolúveis em água, como os silicones, derivados do petróleo, óleos minerais, parafinas e vaselina, também não podem ser utilizados, pois se acumulam em seus fios e danificam seus cabelos.

 

Por que as pessoas estão em busca dos métodos No poo Low poo?

As pessoas são atraídas pelos métodos por uma série de razões:

Algumas querem evitar tirar excessivamente os óleos bons e naturais produzidos pelo couro cabeludo e, com isso, manter os cabelos hidratados, macios, bonitos e brilhantes.

Para outras pessoas, No poo/Low poo significa rejeitar a pressão comercial para gastar mais dinheiro na higiene do que realmente pode ser necessário.

Outros seguidores dessas técnicas buscam usar menos produtos químicos artificiais em suas rotinas diárias. Existe um crescente interesse entre muitas pessoas em entender melhor todos os compostos químicos que usamos todos os dias e como eles afetam nossa saúde e bem-estar.

Para entender melhor sobre os shampoos comerciais tradicionais e os compostos a serem evitados, não deixe de ler nosso guia sobre shampoo natural.

 

ATENÇÃO: Desistir de shampoo não significa desistir de lavar o cabelo.

 

Não é necessário e nem desejável virar uma porquinha para ser adepta do No poo/Low poo!

Em vez de shampoo tradicional, as pessoas que adotam esta técnica de tratamento capilar usam shampoos naturais, ou usam bicarbonato de sódio seguido de vinagre de maçã, ou apenas usam condicionador, ou ainda não usam nada além de água, ou uma combinação deles.

Você pode utilizar diversos produtos ou técnicas que limpam seus cabelos, mas que tecnicamente não são classificados de shampoo.

 

Quais são os benefícios de No poo Low poo?


Os benefícios potenciais do No poo/Low poo incluem:

  • cabelo e couro cabeludo mais saudáveis ​​que produzem uma quantidade equilibrada de óleo;
  • cabelo mais volumoso;
  • cabelo com textura melhor e menos necessidade de produtos de modelagem e finalização;
  • menor exposição a produtos químicos potencialmente irritantes;
  • menos desperdício de embalagens plásticas;
  • quebra de um ciclo artificial de lavagens, que seca os cabelos, fazendo com que você use produtos para adicionar umidade de volta e, em seguida, shampoo novamente para remover o produto.

 

No poo/Low poo é para você?

Não há nenhum risco e não há nada a perder ao experimentar o No poo/Low poo. Na verdade, banhos diários e lavagens frequentes com shampoo são apenas uma tendência recente na história da humanidade.

Se você tem uma história de problemas de pele ou couro cabeludo, você deve conversar com seu médico ou dermatologista antes de tentar. Caso contrário, quase todos podem tentar o No poo/Low poo.

Considere o seguinte para determinar se essas técnicas são para você:

O No-poo pode ser mais fácil se você tiver cabelos secos porque seu cabelo ficará oleoso mais rápido. As pessoas com cabelos encaracolados ou crespos podem obter melhor os benefícios do No poo porque, em geral, tendem a ser mais secos e os óleos naturais produzidos pelo couro cabeludo podem tornar o cabelo mais hidratado. Mas isso não significa que os cabelos lisos e/ou oleosos não se beneficiam dessas técnicas também.

Já o Low poo é uma técnica que é mais facilmente aceita por todos os tipos de cabelos, justamente porque aqui você pode usar algum tipo de shampoo (sem sulfato). Como existem diversos produtos naturais para todos os tipos de cabelos, basta você encontrar o que melhor se adapta ao seu cabelo.

Se você já usa os shampoos naturais, já está praticando o low poo!

 

Período de Transição

Qualquer método No poo/Low poo irá provavelmente acarretar em um período de ajuste em que seu cabelo pode tornar-se mais oleoso do que o normal. Essa fase é necessária para ajudar seu couro cabeludo a recalibrar e começar a criar a quantidade certa de óleo que você precisa em sua cabeça. Teoricamente, seu couro cabeludo produzirá menos óleo ao longo do tempo porque óleo não está sendo removido diariamente pelos detergentes dos shampoos.

Além disso, para quem utilizava produtos contendo silicones e parafinas, a transição pode ser mais difícil. Isso porque o cabelo pode, inicialmente, ficar com um aspecto de ressecamento, falta de maciez brilho, uma vez que os silicones e parafinas funcionam como uma espécie de maquiagem para os fios. A idéia é largar essas “maquiagens” e, com os novos cuidados, os fios ficarão mais saudáveis e, consequentemente, mais bonitos.

Antes de largar de vez o shampoo tradicional, você pode tentar aumentar lentamente o tempo entre as lavagens por algumas semanas, para facilitar na transição.

Tenha em mente: seu cabelo pode levar algumas semanas de lavagens para se acostumar com um shampoo suave e natural. É um pouco como passar por uma desintoxicação de cabelo. Pense em ser semelhante a uma desintoxicação alimentar, onde as pessoas geralmente experimentam um período de efeitos colaterais enquanto as toxinas são expulsas do corpo.

Aguente firme, esse período não é fácil, mas os resultados são recompensadores!

Se os seus cabelos estiverem mais oleosos do que o normal nesse período de transição, para facilitar sua vida, pode utilizar uma receita de shampoo a seco natural.

 

Qual é a melhor forma de No poo?

Cada alternativa No poo funcionará melhor para algumas pessoas do que para outras. A única maneira de saber se você gosta do resultado ou vai se adaptar é testando.

A primeira coisa que deve fazer é lavar pela última vez os cabelos com um shampoo COM sulfatos (e também sem petrolatos). Como assim com sulfatos???!

O objetivo aqui é eliminar os resíduos de silicones e petrolatos que ficaram nos seus fios. Para isso, não tem jeito: temos que usar os detergentes. Uma vez livre desses resíduos, não utilize mais produtos com esses ingredientes e passe para os métodos descritos abaixo.

Lembre-se também de lavar com sulfatos suas presilhas, pentes, escovas e tudo que possa ter entrado em contato com os produtos que utilizava anteriormente.

 

Métodos No poo:

 Bicarbonato de sódio seguido de vinagre de maçã

Prós:
Bicarbonato de sódio limpa muito bem os cabelos, e o vinagre de maçã torna os cabelos brilhantes.
Os ingredientes são baratos.

Contras:
Esta técnica pode irritar seu couro cabeludo ou perturbar o pH natural da sua cabeça.

Aprenda tudo sobre o método com  Bicarbonato de sódio seguido de vinagre de maçã.

 

Co-Wash (Apenas condicionador ou um produto específico)

Prós:
Estes são menos propensos a perturbar o pH do couro cabeludo.

Contras:
Eles podem pesar seus cabelos se você não os enxaguar completamente.
Essas escolhas não diminuem o dinheiro gasto ou o plástico utilizado.

Ainda podem conter compostos nocivos como fragrâncias e conservantes, caso se utilizem os condicionadores industriais.

Aprenda receitas caseiras naturais de Condicionadores, Máscaras e  Leave-ins.

Water only (Lavar apenas com água):

Prós:
Esta é a opção mais barata.
Livre de substâncias químicas.

Contras:
Você poderá sentir um incômodo, achando que seu cabelo não está tão limpo, mesmo que isso não seja verdade.

Aprenda tudo sobre a técnica Water Only nesse post.

Produtos comerciais

Prós:
Esta é a opção mais comercial, sendo atualmente fácil encontrar produtos hoje em dia.

Contras:
Não são naturais pois ainda contêm outras substâncias químicas sintéticas.
Uso de embalagens plásticas.
Custo mais elevado.

 

 Qual é o melhor método de Low poo?

Resumidamente, os métodos Low poo consistem basicamente da utilização de um shampoo sem sulfato e sem petrolatos + condicionador sem silicones e petrolatos.

Existem diversos produtos comerciais que são considerados Low poo e bastante divulgados nos blog de beleza e saúde. Várias marcas bastante conhecidas perceberam o movimento e lançaram produtos industriais que não possuem sulfatos, silicones e petrolatos, ou seja, são considerados No poo/Low poo.

No entanto, a maioria, ou grande parte desses produtos, apesar de não serem compostos de petrolatos e sulfatos, não são considerados naturais pois ainda possuem outros produtos nocivos, como parabenos, perfumes e fragrâncias.

Para começar, assim como no método No poo, a primeira coisa que deve fazer é lavar pela última vez os cabelos com um shampoo COM sulfatos para eliminar os resíduos de silicones e petrolatos que ficaram nos seus fios.

 

SAÚDE DO CABELO
Outras dicas para o cabelo saudável:


A saúde do seu cabelo é muitas vezes um sinal de sua saúde geral. Uma dieta saudável e equilibrada e alimentação suficiente é essencial para o crescimento de cabelos saudáveis.

Descubra como uma dieta saudável e cuidados adequados podem manter seus cabelos saudáveis.

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *