Hidratante Natural sem Tóxicos: Qual é o Melhor? Aprenda a Escolher

Loções e cremes hidratantes para o corpo podem ser uma necessidade para todos os tipos de pele, principalmente para as peles secas. O que a maioria das pessoas não sabe, porém, é que sua loção corporal preferida e perfeitamente perfumada pode estar carregada de produtos químicos nocivos. Neste post, veremos por que é melhor escolher loções e cremes naturais.

Você já parou para pensar e tentar descobrir quantos ingredientes nocivos possui um simples hidratante corporal?

Não sabe quais ingredientes evitar e quais são seguros?

Ficou confuso com a quantidade de compostos e informações, sem saber o que fazer?

Para te ajudar nessa decisão, criamos esse guia prático de hidratantes.

Não compre seu próximo hidratante antes de ler.

 

 

Introdução

 

Ao escolher produtos naturais de cuidados com o corpo, você naturalmente estará evitando muitos ingredientes que podem ser potencialmente ruins para sua saúde.

A beleza é mais do que uma pele bonita. Uma pessoa, em geral, pode aplicar cerca de 10 produtos de cuidados da pele diferentes em seu corpo todos os dias, e como a nossa pele age mais como uma esponja do que como uma barreira, absorvemos parte dos quase 130 produtos químicos a que nos expomos regularmente.

As empresas de cosméticos afirmam que esses produtos químicos são seguros, e muitos deles são (em pequenas doses, pelo menos). Mas considere que a mulher média usa maquiagem e cosméticos todos os dias e você começa a perceber o quanto esses tóxicos começam a se acumular.

Quase todos os hidratantes tradicionais vendidos atualmente podem conter componentes químicos nocivos à saúde humana. Você deveria pensar duas vezes antes de aplicá-los em sua pele. Parabenos e petrolatos são alguns desses ingredientes possivelmente tóxicos que podem ser encontrados nos produtos mais populares para cuidados da cútis.

 

A Pele

A pele é um revestimento do nosso organismo e o maior órgão do nosso corpo. Muitas pessoas não imaginam, mas a pele absorve muito do que é aplicado nela. Esses produtos químicos acabam chegando à corrente sanguínea e podem, portanto, acabar em qualquer outro órgão do nosso corpo.

Os hidratantes, em geral, são os produtos cosméticos que são aplicados na maior área de nosso corpo, sendo, portanto, os que mais são absorvidos. Além disso, não são retirados nem lavados, como os sabonetes e shampoos, permanecendo e sendo absorvidos ao longo do dia.  Dessa forma, uma atenção especial deveria ser dada à composição desses produtos.

Embora os anúncios das principais empresas de cosméticos possam nos fazer acreditar no contrário, o creme hidratante na verdade não existe. Isso porque sua pele não absorve água, mas, para imitar esse efeito (restringindo a perda de umidade do corpo através da pele), essas empresas usam uma grande variedade de produtos químicos. Isso pode produzir resultados positivos no curto prazo, mas, a longo prazo, isso só irá danificar seu corpo.

 

Para que servem os hidratantes

Os hidratantes podem ser definidos como produtos cosméticos que têm como objetivo aumentar e/ou manter a umidade da última camada da pele (epiderme).

Os hidratantes podem atuar como agentes oclusivos, formando uma camada extra na pele, como se fosse um filme protetor, impedindo que a pele perca água por evaporação. Os agentes oclusivos mais comuns são os petrolatos, a cera de abelha e a lanolina.

Também podem atuar como agentes umectantes. Nesse caso, atingem a camada de queratina da pele, aumentando a retenção de água. Os agentes umectantes mais encontrados são: os aminoácidos, ureia, ácido lático, propileno glicol, glicerina e o butileno.

Além disso, atuam como emolientes, que dão suavidade e flexibilidade à pele. Os mais comuns são o óleo de rícino, óleo de jojoba e a queratina.

 

Os tóxicos presentes nos hidratantes

Petrolatos em Hidratantes

Petrolatos, também conhecidos por óleo mineral ou parafinas, são derivados do petróleo utilizados em diversos produtos além dos hidratantes: condicionadores, máscaras de tratamentos, leave-ins, produtos de banho, de limpeza, produtos para pele, produtos para barbear, bronzeadores, entre outros.

O maior problema é que os petrolatos, com o tempo, vão se acumulando na pele e entupindo os poros.

Aparecem nos rótulos como:

Petróleo Liquefeito, Petrolatum, Parafina Líquida (Paraffinum Liquidum), Óleo Mineral (Oil Mineral ou Mineral Oil), Vaselina e Óleo de Parafina.

De acordo com o relatório do EWG, os petrolatos possuem nota  4, ou seja, possuem risco moderado.

Os petrolatos em si, apesar de causarem entupimentos dos poros, não foram associados a algum risco mais sério à saúde humana. No entanto, o grande problema dos petrolatos é que eles podem conter impurezas, como os PAHs (Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos).

Os PAHs, de acordo com diversos estudos científicos, são compostos ligados à bioacumulação, disrupção endócrina e toxicidade em diversos órgãos. São também considerados possíveis causadores de câncer. Os PAHs possuem nota alta no EWG  (9! – alto risco).

Por isso, ao utilizar produtos que possuem petrolatos, muito provavelmente esses estarão contaminados com os PAHs. Sugerimos evitar.

 

Propilenoglicol (Propylene Glycol)

O propileno glicol atua como antiaglomerante, adicionado a alimentos em pó; anticongelante; hidratante antioxidante e realçador de sabor também em alimentos; emulsificante; umectante; solvente em produtos cosméticos e medicamentos.

O propilenoglicol é um álcool orgânico comumente usado como agente condicionador da pele.

Em estudos científicos, foi associado com dermatite de contato irritante e alérgica, bem como urticária de contato em humanos.

De acordo com o relatório do EWG, a nota dada a esse composto é 3. Ou seja, risco moderado.

Parabenos

Os parabenos são largamente utilizados como conservantes em quase todos os tipos de cosméticos e produtos de higiene pessoal. São produtos químicos sintéticos (isto é, fabricados) com capacidade solvente, antimicrobiana, antibacteriana e antifúngica muito eficaz em muitos tipos de fórmulas.

Como aparecem nos rótulos:

Methylparaben, Propylparaben, Butylparaben, Ethylparaben…

Existem estudos indicando que os parabenos imitam hormônios femininos, como o estrogênio, e podem atuar como disruptores do sistema endócrino. A presença do parabeno pode ser um fator contributivo no câncer de mama devido à sua capacidade de imitar o hormônio feminino, que é conhecido por impulsionar o crescimento de tumores mamários.

Um estudo da Universidade de Reading, na Inglaterra, analisou amostras de tecido de mulheres diagnosticadas com câncer de mama e submetidas a mastectomia e descobriram que 99% das amostras de tecido continham pelo menos um tipo de parabeno e 60% das amostras continham pelo menos cinco!

Outros estudos associaram o parabeno a efeitos negativos no sistema reprodutivo masculino. Em testes com ratos, a produção diária de esperma de todos os grupos que receberam propilparabeno diminuiu significativamente. Em um dos estudos, o grupo que recebeu a dose mais alta de butilparabenos teve uma queda de 41,8% na contagem de esperma. Os pesquisadores concluíram também  que a concentração de testosterona nos ratos diminui de forma dependente da dose. A ingestão diária de butilparabenos que causou esses efeitos é semelhante ao menor nível de ingestão diária aceitável para parabenos na Comunidade Europeia e no Japão.

 

Fragrância

A palavra “fragrância” ou “perfume” no rótulo de um produto representa uma mistura não divulgada de vários produtos químicos aromáticos e ingredientes sintéticos utilizados como dispersantes de fragrâncias.

As misturas de fragrâncias são associadas a alergias, dermatite, dificuldade respiratória e potenciais efeitos no sistema reprodutivo em diversos estudos.

Justamente por serem sintéticas e não identificadas, fica muito difícil garantir a segurança dos produtos cuja composição contém os misteriosos “perfumes” ou “fragrâncias”.

Se a empresa não divulga, se não sabemos do que é feito, preferimos evitar!

A  International Fragrance Association (IFRA) publicou uma lista com 3.999 (!!) substâncias que são utilizadas em compostos de fragrâncias em 2015.

De acordo com o relatório do EWG, a nota dada a esses compostos é 8 (numa escala que vai até 10 e que, quanto mais alta, maior o risco). Ou seja, alto risco!

 

Ftalatos

Ftalatos são um grupo de compostos químicos adicionados a vários cosméticos. São responsáveis pelo aspecto líquido, cremoso e brilhante desses produtos e possuem o objetivo de estabilizar cores e fragrâncias.

Os ftalatos estão associados a danos ao fígado, rins e pulmões, além de anormalidades no sistema reprodutivo. Podem provocar alterações hormonais por suas propriedades xenoestrógenas, isto é, pelo fato de imitarem os efeitos dos estrogênios naturais. Estudos científicos também mostram que bebês e crianças são mais suscetíveis aos efeitos nocivos de ftalatos, sendo o desenvolvimento do sistema reprodutivo masculino o ponto aparentemente mais sensível (Swan SH et al). 

A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) classifica os ftalatos como possivelmente carcinogênicos para humanos.

Nomes dos ftalatos nos rótulos de produtos

Raramente há a descrição literal “ftalato” nos rótulos dos produtos, pois não há exigência da descrição individual das substâncias que compõem as fragrâncias. Portanto, você não saberá se esses compostos estão presentes em produtos que contêm fragrância.

Então, para simplificar sua vida, nossa sugestão é:  fuja dos produtos que contêm fragrância ou perfume

 

 

Como Comprar Hidratante Natural

Agora, com base nessas informações, já saberemos ir à farmácia ou ao supermercado e escolher o melhor produto para nosso corpo, não é mesmo?

Bem, mais ou menos…. Mesmo com todas essas informações, ainda é muito difícil escolher entre tantas opções, tantos produtos e marcas diferentes. É tudo muito confuso! Sabemos disso.

Passamos, acima, a base do conhecimento para você entender o que deve ser evitado.

Mas, além disso, ainda pesquisamos vários produtos, dos comuns e populares que todo mundo conhece (normalmente os mais nocivos) aos mais artesanais e naturais.

A seguir, apresentamos produtos e suas características para facilitar sua vida e suas escolhas!

 

Escolhas de Hidratantes Não Recomendadas

Sim, sabemos que são muitos e que são os mais populares (provavelmente o que você usa está na nossa lista de não recomendados =O ).

Não recomendamos a maioria dos hidratantes comerciais vendidos atualmente.

Para saber o que deve evitar, fizemos essa listinha abaixo.

Ao ir ao supermercado ou à farmácia , compare esses compostos com os que estão na composição dos hidratantes. Para facilitar, você pode imprimir!

Sugerimos evitar os produtos que contenham:

 

Composto a Evitar Como pode aparecer nos rótulos
Parabeno Parabens: Methylparaben, Propylparaben, Butylparaben, Ethylparaben
Propilenoglicol Propylene Glycol
Fragrância Fragrance ou Perfume
Petrolatos Petróleo Liquefeito, Petrolatum, Parafina Líquida (Paraffinum Liquidum), Óleo Mineral (Oil Mineral ou Mineral Oil), Vaselina e Óleo de Parafina

 

Escolhas Recomendadas de Hidratantes Naturais

Dentre as opções de produtos naturais, temos aqueles que podemos comprar já prontos, facilitando nossas vidas, mas também temos receitas caseiras fáceis e baratas!

E claro, reunimos as principais informações abaixo para você:

 

Produtos Prontos

Recomendamos essa lista de hidratantes corporais naturais. São produtos selecionados por serem naturais e seguros. Além, claro, de serem sem crueldade e preferencialmente orgânicos.

 

Receitas Caseiras de Hidratante Natural

Dentre as escolhas naturais, uma das maneiras mais baratas e saudáveis (além de divertidas) é criar seu hidratante natural caseiro. Faça isso você mesmo!

Dessa forma, reunimos as melhores receitas de hidratantes caseiros e naturais. Não deixe de conferir!

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *