Ftalatos: O Que é, Onde São Encontrados, Riscos e Como Evitar

Você já ouviu falar de ftalatos? Provavelmente não, não é mesmo?

Mas deveria!

Eles são desconhecidos, mas estão presentes em diversos produtos do seu dia-a-dia.

Continue lendo para descobrir a importância de evitar essas substâncias nocivas na nossa vida.

O que são ftalatos?

Ftalatos são um grupo de compostos químicos muito utilizados como aditivos para deixar o plástico mais maleável.

São também adicionados a vários produtos como cosméticos e perfumes para estabilizar cores e fragrâncias e são responsáveis pelo aspecto líquido, cremoso e brilhante desses produtos.

 

Onde podem ser encontrados?

Ftalatos estão presentes em inúmeros produtos cosméticos como hidratantes, produtos de cabelo, sabonetes líquidos, antitranspirantes, desodorantes, shampoos e  condicionadores, entre outros…

Também são encontrados em plásticos domésticos e produtos hospitalares.

Historicamente, os primeiros ftalatos utilizados nos produtos cosméticos foram o DBP (dibutylphthalate), usado como plastificante em produtos como esmaltes de unha (para torná-los menos quebradiços); o  DMP (dimethylphthalate), usado em sprays de cabelo; e o DEP (diethylphthalate ), utilizado como solvente e fixador em fragrâncias.

De acordo com última pesquisa da agência americana Food and Drug Administration (FDA), o DBP e o DMP agora são usados ​​raramente em cosméticos e produtos de cuidados pessoais. O DEP é o único ftalato que ainda é comumente usado em cosméticos nos Estados Unidos.

 

Quais são os riscos para a sua saúde?

Existem diversos estudos associando os ftalatos a danos ao fígado, rins e pulmões, além de anormalidade no sistema reprodutivo.

Podem provocar alterações hormonais, por suas propriedades xenoestrógenas, isto é, pelo fato de imitarem os efeitos dos estrogênios naturais. Não bastasse tudo isso, ainda são potencialmente cancerígenos.

Outros estudos científicos também mostram que bebês e crianças são mais suscetíveis aos efeitos nocivos de ftalatos. Em especial, o desenvolvimento do sistema reprodutivo masculino parece ser o ponto mais sensível (Swan SH et al):

Em testes com animais, foi observado que vários ftalatos, incluindo o DEHP, DBP, BBP,  podem interferir no desenvolvimento dos órgãos reprodutivos masculinos, sendo tóxicos para células dos testículos responsáveis ​​pela produção de esperma e da testosterona. =0

Dois estudos de Harvard associaram a exposição a ftalatos ao aumento do risco de aborto e de diabetes gestacional. Em um desses estudos, os pesquisadores descobriram que gestantes com maiores concentrações urinárias de um tipo de ftalato comumente encontrado em produtos de cuidados pessoais tiveram o dobro do risco de aumento excessivo de peso durante a gravidez.

Estudos realizados pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças encontraram um tipo de ftalato, o MEP, na urina de mais de 75% (!) das amostras investigadas nos Estados Unidos. Repetindo: mais de 75%!


Ftalatos foram classificados pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) como possivelmente carcinogênicos para humanos.

 

O que diz o EWG sobre ftalatos?

A tabela abaixo relaciona alguns exemplos de ftalatos e suas notas, de acordo com o Environmental Working Group (EWG):

 

Ftalatos Nota EWG Risco
Dibutyl Phthalate (DBP) 10 Alto
Butyl Benzyl Phthalate (BBP) 10 Alto
Diethyl Phthalate (DEP) 3 Moderado
Dimethyl Phthalate (DMP) 4 Moderado

 

Obs: Quanto mais alta a nota, maior os riscos e a toxicidade, sendo 1 a nota menos perigosa e 10 a de maior perigo. 

Não conhece o EWG? Então não deixe de ler nosso artigo: o que é o EWG.

 

O uso de ftalatos é permitido?

No Brasil, não existem leis que regulamentem ou proíbam o uso desses compostos nos cosméticos e produtos de cuidados pessoais.

Nos EUA, ainda não há uma legislação de restrição ao uso dessas substâncias em cosméticos, mas em produtos infantis, seis tipos de ftalatos são proibidos: DEHP, DBP, BBP, DINP, DIDP, DnOP.

Contudo, o FDA diz estar preocupado com a presença dessas substâncias em cosméticos e vem acompanhando os seus efeitos na saúde humana.

Na União Européia, dois ftalatos frequentemente utilizados em cosméticos (DEP e DBP) foram proibidos.

 

Nomes dos ftalatos em rótulos de produtos

Nas embalagens dos produtos, raramente há a descrição literal “ftalato”. Os nomes mais comuns são:

Phthalate, DEP (Diethyl phthalate), DBP (Di-n-butyl phthalate), DEHP (Di(2-ethylhexyl) phthalate), DMP (Dimethyl phthalate) e fragrance.

Podem também aparecer versões em português: butila, benzila, dibutila, diciclohexila, dietila, diisodecila, di-2-etilexila e dioctila.

 

Atenção:

Não há exigência de descrição individual das substâncias que compõem as fragrâncias. Portanto, se esses compostos estiverem presentes em uma fragrância, você não poderá determinar,  a partir da composição descrita no rótulo do produto, a presença dos ftalatos.

Então, para simplificar sua vida, nossa sugestão é: se encontrar fragrância ou perfume na composição, fuja desses produtos!

Fique atento! Não é só com os Ftalatos que você deve ficar alerta. Descubra como outros compostos presentes em muitos cosméticos como os Parabenos, Triclosan, Alumínio e Alcatrão (coal tar) também podem estar prejudicando você.

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *