4 Receitas Caseiras e Naturais Para Acabar com Piolhos (Vinagre)

como acabar com piolhos

Como acabar com piolhos é uma pergunta que ouvimos frequentemente. A infestação pode gerar certo constrangimento e ser um grande incômodo para crianças, jovens e adultos.

Sendo mais comum durante a infância, a pediculose (nome científico) assombra a vida de muitos pais. Seja na escola, no clube do bairro ou no shopping, estamos sempre suscetíveis ao seu contágio, por isso, ter mais informações sobre o problema e aprender a combatê-lo é essencial.

Encontramos em farmácias e drogarias diversos produtos para acabar com os piolhos que, muitas vezes, causam reações alérgicas graves em quem os utiliza. Em suas fórmulas constam venenos para os insetos, mas que também são nocivos ao ser humano.

Assim, receitas naturais e caseiras podem ser uma opção mais saudável para combater esse inseto. Confira a seguir as melhores receitas caseiras para matar os piolhos.

Mas antes, vamos aprender um pouco sobre os piolhos.

 

O que são piolhos?

Os piolhos são insetos parasitas muito pequenos, sem asas, que se alimentam de sangue humano. Os piolhos adultos têm apenas dois a três milímetros de comprimento. Como eles não têm asas, eles não voam, mas se locomovem rastejando e é isso que provavelmente causa a coceira na cabeça.

As lêndeas são os ovos dos piolhos e elas ficam presas nos fios de cabelo. Esses ovos podem ser difíceis de ver e,  por isso, difíceis de remover e acabar de vez com os piolhos. Elas costumam demorar cerca de oito a nove dias para eclodir. 

Dessa forma, quando você está tentando se livrar dos piolhos, é importante matar não somente os piolhos, mas as lêndeas também, para que o tratamento seja eficaz.

Pente Fino

Para se livrar de piolhos naturalmente é fundamental a utilização de um pente fino.

Passe o pente fino em todo o cabelo e couro cabeludo úmido por 3 vezes ao dia. Continue passando o pente fino nos fios por pelo menos 15 dias sem que você tenha visto nenhum piolho vivo. 

É sempre importante lavar e desinfetar muito bem esse pente após a aplicação.

Tratamentos convencionais

Exemplos de medicamentos comuns para tratamento de piolhos incluem permetrina  e piretrina. Os efeitos colaterais desses medicamentos podem incluir queimação, coceira, dormência, erupção cutânea, vermelhidão, ardor, inchaço ou formigamento do couro cabeludo (12). Dessa forma, não recomendamos o uso desses medicamentos, especialmente em crianças.  

Mas não se preocupe! Temos diversas receitas naturais e inofensivas (para os humanos) muito eficazes contra esses terríveis insetos. Vamos lá!

 

Receitas para acabar com piolho

Vinagre de maçã

Esta é uma das receitas mais conhecidas de como acabar com piolhos. Porém, ela é recomendada para quem detectou a presença destes insetos em seu estágio inicial, ou seja, se você estiver a algum tempo sem tratar e a infestação já ser grande, este método não será o mais eficaz.

Para preparar é bem simples, basta você esquentar uma panela com água e acrescentar o vinagre de maçã na mesma quantidade. Por exemplo: 250 ml de água de água quente mais 250 ml de vinagre de maçã.

Aplique a mistura por todo o cabelo, mecha por mecha, enfatizando o couro cabeludo. Faça massagem com a ponta dos dedos por cinco minutos, e, sempre que sentir que o couro estiver secando, aplique mais produto.

Deixe a mistura agir no cabelo por aproximadamente dez minutos, e, em seguida, enxágüe e lave como de costume.

 

Chá de arruda

O chá de arruda é uma opção para quem sente que a infestação já está maior. Além de eliminar o piolho e as lêndeas, este chá acalma a pele do couro cabeludo, aliviando assim a coceira.

Basta você ferver um litro de água e acrescentar 40 gramas de folhas de arruda, deixando a infusão descansar por 10 minutos, em um recipiente tampado.

Assim que a temperatura da água estiver agradável, coe o chá e, com o auxílio de um algodão, aplique por todo o cabelo, enfatizando o couro cabeludo.

Os fios devem ficar com aspecto encharcado. Para que não escorra e ainda potencialize o efeito, utilize uma touca térmica e deixe agir por 30 minutos.

Depois, é só lavar e escovar como você faz rotineiramente.

Para mais receitas de chás, confira nosso artigo chá no cabelo.

 

Óleo de coco com azeite de oliva extra virgem

Esta mistura é ótima para quem sente que a infestação está se alastrando rapidamente.

Além de auxiliar a tirar piolhos, esta receita também irá hidratar profundamente os fios e de quebra dará um brilho extra.

Sabemos que quando os cabelos estão infectados por piolhos o seu aspecto pode parecer sem vida, fraco e com muitos nós. Assim, esta receita ajudará você a recuperar os fios juntamente com a extinção dos piolhos.

A aplicação é bem simples, basta você misturar o óleo de coco com o azeite acrescentando partes iguais de cada ingrediente. Em seguida, passe por toda a extensão dos fios, mecha por mecha.

Massageie o couro cabeludo com as pontas dos dedos embebidas na mistura dos óleos. Após aplicar por todo o cabelo, o ideal é que você penteie bem com um pente fino. Isso potencializará a remoção dos piolhos e das lêndeas.

Deixe agir por 30 minutos e depois lave bem, eliminando qualquer resíduo. Caso contrário o cabelo ficará oleoso e pesado. Se necessário, lave duas vezes.

Uma ótima dica é dormir com essa aplicação e uma touca de cabelo, deixando os óleos agirem durante a noite inteira. Pela manhã, lave os cabelos.

 

Óleos Essenciais 

Para potencializar os efeitos da receita acima, uma outra dica é você acrescentar algumas gotas de óleos essenciais.

Óleos essenciais de melaleuca, laranja, tangerina, ylang-ylang, eucalipto e lavanda são muito eficazes contra as infestações de piolhos nos cabelos. Escolha o óleo que mais lhe agrada e acrescente algumas gotas deste à mistura de óleo de coco e azeite ensinada acima.

 

Certifique-se de ter espalhado por toda a cabeça do indivíduo. Massageie com a ponta dos dedos durante três minutos no mínimo.

É interessante você utilizar luvas para massagear o couro cabeludo.

Além de eliminar os piolhos, esta massagem ainda será relaxante e acalmará a pele agredida e a coceira na cabeça.

Você pode deixar agir o tempo que preferir, inclusive até a próxima lavagem dos cabelos.

Não se esqueça de auxiliar o processo de expulsão do inseto com o pente fino diariamente.

 

Prevenir a epidemia

Além de lutar contra a pediculose, é importante também garantir que a contaminação não atinja familiares e pessoas próximas ao infectado.

Dessa maneira, é super importante a troca com frequência dos lençóis e fronhas que estiverem em contato com a pessoa contaminada. Inclusive, é altamente recomendado que sejam lavadas em água quente.

Vale enfatizar ainda, que objetos de uso pessoal, como pentes, não devem ser compartilhados, pois assim você evitará problemas futuros.

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *