Coletor Menstrual: O Que é, Para Que Serve e Como Usar

coletor menstrual

O coletor menstrual, também chamado de copo menstrual, está causando uma verdadeira revolução na rotina das mulheres por todo o mundo. Os primeiros copinhos foram produzidos na década de 1930, mas só recentemente foram mais divulgados e se tornaram mais acessíveis.

Desde então, diversas mulheres passaram a aderir ao uso do coletor e a se beneficiar de todas as vantagens desse produto. É normal que, no período de transição, diversas dúvidas surjam na cabeça da mulher.

Por isso escrevemos esse guia, para explicar a você tudo o que precisa saber sobre os coletores!

Portanto, se você tem pensado em utilizar o coletor menstrual, mas ainda não sabe tudo sobre esse produto, acompanhe o nosso guia completo e, a partir disso, descubra se esta é uma opção interessante para você e a sua rotina de cuidados.

 

O que é o coletor menstrual?

Em suma, o coletor menstrual é um copinho de silicone que é introduzido no canal vaginal a fim de coletar o fluxo menstrual. Normalmente é produzido em dois tamanhos, o pequeno e o médio.

Cada qual supre a necessidade de coletar o fluxo de acordo com a sua intensidade, além de se considerar a altura do colo do útero. Desse modo, o copinho não irá absorver a menstruação, mas sim, irá coletá-la e, de certa forma, mantê-la longe do contato com a pele, até ser removida.

 

Características do coletor menstrual

O coletor menstrual possui um formato parecido com o de um cone, a fim de garantir conforto para a mulher. Com uma estrutura maleável, é possível introduzi-lo sem causar dor, já que ele é flexível e se adapta às paredes do canal vaginal. É por isso que nem sentimos que o estamos usando.

Abaixo deste cone, contamos com um “puxador” (uma haste), que serve tanto para auxiliar a introdução, quanto para auxiliar a retirada do copinho. Ou seja, não há possibilidade do mesmo se “prender” no canal da vagina, já que a remoção é simples e rápida.

Ele é capaz de reter mais sangue do que os absorventes tradicionais, por isso, te dá mais autonomia.

 

Do que é feito o coletor menstrual?

A composição de cada coletor menstrual irá variar, de acordo com o fabricante. No entanto, a grande maioria é feita a partir de um silicone hipoalergênico, que procura garantir a proteção da mulher contra possíveis alergias.

Porém, há ainda os que são feitos de um material semelhante à borracha, chamado TPE (Elastômero Termo Plasmático). Por esse motivo é importante você se atentar aos primeiros dias de uso do coletor, para garantir que não haverá complicações alérgicas. Afinal, ainda estamos tratando de materiais sintéticos.

Todavia, sabemos que os absorventes comuns também causam alergias, não é mesmo? Por isso o período de teste é tão importante.

 

Vantagens de utilizar o coletor menstrual

Agora que você já conheceu as características do coletor menstrual, é hora de conhecer as vantagens do seu uso.

 

Investimento

Inicialmente muita gente se engana com o valor do coletor, acreditando ser um investimento “alto”, o que não é verdade. Afinal, você investirá um valor apenas no primeiro mês, já que o coletor pode durar anos,

fazendo com que, assim, você economize todo o dinheiro que gastaria em absorventes comuns, por exemplo. Isso considerando que uma mulher saudável, ao longo de sua vida, gasta quase R$6.000,00 em absorventes, o que é um valor estimado bem razoável. Absurdo, não!?

Veja as contas, supondo uma mulher que use absorventes por 40 anos de sua vida:

40 [anos] * 12 [meses/ano] * 1 [pacote/mês] * 12 [R$/pacote] = R$5.760

 

Conforto

Só quem usa absorvente, tanto externo quanto interno, sabe o quão desconfortáveis ambos podem ser. Muitas vezes o abafamento causado por esses produtos desencadeia crises de coceira, mau cheiro, etc.

No entanto, isso não ocorre com quem costuma utilizar o coletor menstrual. O conforto que o produto proporciona faz com que você até “esqueça” que está menstruada. Afinal, não há como sentir a presença do coletor; o mesmo não causa coceira e o material impossibilita o mau cheiro causado pelo abafamento. Você se sentirá muito mais segura, o dia todo.

 

Sem odores desagradáveis

O sangue menstrual só causa mau cheiro quando entra em contato com o oxigênio, sabia? Isso mesmo! Com a utilização de coletor menstrual você fica livre dos odores desagradáveis!

 

Baixo risco de vazamento

Quando inserido direitinho, o coletor forma um vácuo, vedando o canal vaginal e impedindo que o sangue vaze. Muito mais segurança e confiança para este período.

 

Sustentabilidade

É claro que precisamos considerar a sustentabilidade, não é mesmo? Um absorvente comum pode levar centenas de anos para se decompor por completo. Ou seja, utilizar o coletor menstrual possibilita ainda a chance de cuidar do nosso planeta!

Você sabia que, normalmente, uma mulher saudável chega a ter 450 ciclos menstruais em sua vida? O que, em média, significa o uso de mais de 10.000 absorventes? Agora imagina isso multiplicado por bilhões de mulheres no mundo todo! Portanto, o ambiente agradece (e muito!) o uso do coletor. E essa pode vir a ser uma das suas maiores e realmente significativas contribuições para o meio ambiente em sua vida.

 

Saúde

Essa é uma das vantagens mais importantes: a saúde! Afinal, os absorventes comuns, quando não trocados com muita frequência, podem ser a porta de entrada de diversos fungos e bactérias.

O interno é ainda o maior vilão: a introdução do material pode provocar um “choque térmico”, que está associado com a introdução de nada mais, nada menos, do que bactérias. É como se a mulher depositasse a bactéria dentro de si, propositadamente.

É claro que não será no primeiro absorvente que isso irá acontecer. Mas a questão é que pode vir a ocorrer, pois o absorvente causa abafamento e, assim, mantém a região propícia à proliferação de bactérias. O coletor menstrual vem como um protetor da sua saúde íntima.

Além disso, os absorventes tradicionais são fabricados com a utilização de produtos químicos, como ftalatos, dioxina e fragrâncias, substâncias contaminantes ligadas à disrupção hormonal, câncer, defeitos de nascença e infertilidade.

 

Independência

Sabemos que até mesmo nos dias atuais, a menstruação e sexualidade feminina ainda são muito vistas como tabu. O uso do coletor menstrual, no entanto, proporciona um maior conhecimento da mulher sobre si. Além de descartar aquela ideia de que, quando estamos menstruadas, estamos limitadas a algumas atividades.

Com a praticidade, o conforto e a flexibilidade do coletor, a menstruação deixa de ser um empecilho e passa a ser parte do que é realmente ser uma mulher, como ela é: com útero.

 

Autonomia

O processo de higienização deve ser feito de duas a três vezes ao dia, conforme a intensidade do seu fluxo menstrual e desde que respeite o intervalo máximo de 12 horas. Isso te dá uma autonomia muito maior com relação aos absorventes tradicionais.

 

Portabilidade

É muito mais fácil carregar um único coletor do que vários absorventes.

 

Desvantagens de utilizar o coletor menstrual

Quando pensamos em um novo produto que requer adaptação, é claro que precisamos pensar nas desvantagens. Somente assim torna-se possível uma resposta mais coerente com os nossos objetivos e realidade. Mas fique tranquila, não são muitas:

 

Contato com o sangue

O contato direto com o sangue na hora da higiene pode ser um problema e tanto para muitas mulheres. Referimo-nos àquelas que se sentem fragilizadas ao ver, sentir o cheiro ou tocar no sangue. Afinal, quando retiramos o coletor menstrual, muitas vezes tocaremos e sujaremos as mãos com o sangue da menstruação.

E, apesar de ser um fluxo de sangue completamente natural, muita gente teme esse contato e até passa mal com este tipo de acontecimento. Portanto, se você se sente muito suscetível a isso, é melhor ir aos poucos, até se acostumar, ok? Inicie utilizando o coletor apenas em casa, retirando-o apenas no banho, por exemplo.

 

Podem ser difíceis de inserir ou remover.

Até que você pegue o jeito, você pode achar difícil inserir e ou remover o coletor. Mas assim que tiver prática, a dificuldade não deve ser muito maior do que a para inserir e/ou retirar um absorvente interno tradicional.

 

Período de adaptação

Seguindo ainda a consideração acima, o período de adaptação pode ainda ser relativamente difícil. Assim como ocorre com qualquer mudança em nossa vida. E é por isso que precisamos começar devagar!

Inicie utilizando em casa; observe se a forma que você encaixa está fazendo a menstruação vazar ou não. Se estiver vazando, é provável que não tenha encaixado o coletor menstrual de forma a vedar o canal vaginal. É importante garantir que esteja tudo bem vedado. Dessa forma, não há como vazar.

Outro ponto importante durante a adaptação é a questão da higienização, principalmente em banheiro público. Afinal, quando você esvazia o copinho, você precisa lavá-lo. Logo, precisa de privacidade para usar uma pia, por exemplo. Esse “problema” pode ser resolvido com facilidade, uma vez que o coletor não exige a mesma frequência de troca dos absorventes convencionais. Dessa forma, você poderia trocar em casa, ao acordar de manhã, e somente ao retornar no final do dia.

É por isso que a adaptação precisa ser bem pensada e planejada. Vá com calma, e vá aos poucos! Não precisa mudar a sua rotina da noite para o dia.

 

Quem pode usar o coletor menstrual?

Não há apontamentos sobre quem pode ou não pode utilizar o coletor menstrual. Porém, há quem tema romper o hímen (no caso de meninas virgens) ao utilizar pela primeira vez. Desse modo, fica a critério da menina e da adolescente querer usar o coletor.

Existem diversos modelos e tamanhos de coletores no mercado, alguns são apropriados para as meninas virgens. Verifique as informações de cada modelo e marca para garantir que o coletor não causará o rompimento do hímen.

Caso haja dúvidas sobre a primeira inserção, ou medo de que possa prejudicar a pré-adolescente, procure um ginecologista para maiores informações. No entanto, podemos afirmar que o coletor é recomendado para qualquer menina, adolescente e mulher que menstruem, desde que cada uma delas sinta-se segura e confortável com essa opção.

 

O que considerar antes de comprar o seu coletor menstrual?

Se você estiver interessado em usar um copo menstrual, converse com seu ginecologista. Embora você possa comprar qualquer uma das marcas on-line ou na maioria das lojas, primeiro é necessário descobrir de que tamanho você precisa. A maioria das marcas de copos menstruais vendem versões pequenas e grandes.

Para descobrir o tamanho do copo menstrual certo para você, você e seu médico devem considerar:

  • Sua idade,
  • Comprimento do seu colo do útero,
  • A intensidade do seu fluxo menstrual,
  • Firmeza e flexibilidade do copo,
  • Capacidade do coletor,
  • Força dos músculos do assoalho pélvico,
  • Se você já teve parto vaginal


Copos menstruais menores são geralmente recomendados para mulheres com menos de 30 anos de idade que não tiveram parto vaginal. Tamanhos maiores são frequentemente recomendados para mulheres com mais de 30 anos de idade, que tenham dado à luz vaginal ou que tenham um período mais pesado.

 

Como usar o coletor menstrual?

Você precisará dobrar e inserir o coletor menstrual em seu canal vaginal, a fim de garantir o “vácuo” que o mesmo proporciona. Para isso, você precisará:

  • Lavar bem as mãos e o coletor com sabão neutro e água, inibindo a proliferação de bactérias.
  • Escolha uma posição confortável para você (deitada, agachada, sentada no vaso, etc).
  • Dobre o seu coletor menstrual de alguma das formas abaixo, do modo que entender mais confortável para você. Veja esse ótimo vídeo da Fleurity para entender melhor:

 

 

  • Sinta os seus músculos vaginais e relaxe-os. Em seguida, insira – devagar – o coletor no canal vaginal. Até que o mesmo esteja todo dentro da vagina.
  • Verifique se o coletor se abriu, a fim de evitar vazamentos. Você deve sentir um leve estalo.
  • Segure na haste e gire o copinho. Se o “giro” ocorrer de forma leve e fácil, significa que o seu copinho abriu e está seguro, vedando bem o canal vaginal.

 

Pronto! Você já estará utilizando o seu primeiro coletor menstrual.

Mas preste atenção, o coletor não deve causar nenhum tipo de dor ou desconforto! Se eventualmente causar, significa que está mal posicionado.

Se estiver incomodando, retire-o e coloque-o novamente!

Você deve sentir como se não estivesse utilizando nada!

 

Como remover?

Mas, há ainda quem tema mais a remoção do que a introdução do copinho. E ambas são simples, veja:

  • Para facilitar a remoção, se agache ou sente no vaso sanitário, mas, se sentir confortável, pode fazer em pé mesmo;
  • Primeiramente, é necessário “quebrar o vácuo” que se forma, dessa forma, aperte o corpo do coletor de forma que elimine a vedação;
  • Segure na haste e vá puxando devagar, para não derramar;
  • Mantenha a boca do copinho sempre virada para cima;
  • Em seguida, derrame o sangue no vaso e higienize o seu coletor menstrual.

 

Como higienizar de forma correta?

Existem duas formas de higienização distintas, e ambas requerem cuidados específicos. Uma é para o momento em que você esvazia o copinho para, posteriormente, introduzi-lo novamente. E outra é no fim do ciclo menstrual, quando é preciso uma higienização mais potente para guardar o seu copinho.

  • Durante a menstruação: Sempre que remover o seu copinho, você precisará lavá-lo com água e sabão neutro. Desse modo, basta derramar o sangue no vaso sanitário e lavar o copinho na pia, caso o banheiro proporcione essa privacidade. Se isso não acontecer, leve aos banheiros públicos lenço umedecido. Assim você esvazia o copo e higieniza superficialmente, durante uma emergência.
  • Quando termina o ciclo: Ao término do ciclo é preciso uma higienização mais profunda. Assim, depois de despejar o sangue e lavar com água corrente, você deverá ferver o seu coletor numa panela com água por 10 minutos. Em seguida, enxugar com papel descartável e armazenar na embalagem do produto.

 

Qual a validade desse produto?

A validade dependerá muito dos cuidados com o seu coletor. No entanto, em média, a durabilidade do produto pode ser de até 10 anos. Ou seja, uma economia e tanto para quem costumava usar absorventes descartáveis.

 

Por quantas horas posso utilizar o coletor menstrual?

O coletor menstrual é um pouco mais democrático. Dependerá muito do seu fluxo, mas o mesmo pode permanecer por até 12 horas inserido no canal vaginal. Depois desse período é necessária a higienização de curto prazo, para evitar a proliferação de bactérias na região.

Assim, evite que o mesmo ultrapasse o limite de horas, protegendo a sua saúde.

 

Pode dormir utilizando o coletor menstrual?

É claro que pode! A não ser que você durma mais do que doze horas seguidas, não tem problema algum utilizar o coletor durante a noite. No entanto, lembre-se de higienizá-lo bem assim que acordar, mantendo o ambiente equilibrado e livre de complicações.

Agora é só começar a transição e viver a liberdade que um bom coletor menstrual pode proporcionar!

 

Caso queira um guia de cosméticos completo com receitas caseiras, naturais, veganas, livres de substâncias tóxicas e fáceis de fazer, o Escolha Natural recomenda o livro: guia completo da beleza feita em casa.

Posts Recomendados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *